SESCOOPSP - CONSULTORIA RAMOS 2020

SESCOOP/SP  >  MONITORAMENTO

 

CONSULTORIA POR RAMOS

 

INTELIGÊNCIA DE MERCADO

Em 2020, além de oferecer às cooperativas paulistas a consultoria especializada em cada ramo cooperativista, o Sescoop/SP criou o núcleo Inteligência de Mercado, com o objetivo de auxiliar as cooperativas oferecendo o olhar para seus mercados de atuação.

O núcleo tem como foco a inteligência e desenvolvimento de Ramo, com entregas como análises em geral de cenários e setores nos quais cooperativas atuam e projetos que visam ao desenvolvimento dos negócios dos empreendimentos.

Durante a pandemia, o núcleo prestou orientação às cooperativas, com o objetivo de identificar impactos e necessidades. Também realizou análises de legislações para atender às demandas das cooperativas.

Raio-X do Cooperativismo

Ao longo do ano, o núcleo Inteligência de Mercado realizou estudos cujo objetivo é dar visibilidade à força e à relevância econômica e social do cooperativismo, disponibilizando para as cooperativas, cooperados, órgãos públicos, meio acadêmico, imprensa e sociedade em geral, informações importantes dos setores de atuação das cooperativas. Editado em formato de e-book, são apresentados dados atualizados, indicadores, tabelas e infográficos inéditos, um levantamento detalhado sobre o setor em seus variados negócios. O estudo apresenta um perfil completo dos diferentes ramos e segmentos do cooperativismo e, a cada publicação apresenta uma análise de mercado personalizada focada no ramo ou segmento nos negócios das cooperativas, com abordagem de itens como:

Confira todas as edições do Raio-X do Cooperativismo, clique aqui.

 

Articulação institucional

O núcleo também foi responsável pelo contato com instituições visando a ampliar a rede de relacionamento do Sistema Ocesp e identificar possíveis projetos para atuar com as cooperativas paulistas.

Foram realizadas reuniões com IESS (Instituto de Estudos da Saúde Suplementar), IBRAMERC (Inst. Bras. Inteligência de Mercado), Fundepag e Conexão.f, Investe SP, CWS e MBR Agro.

 

Business Talks

O núcleo de Inteligência de Mercado realiza regularmente reuniões com o Comitê de Gestão do Sistema Ocesp, abordando temas gerais e tendências no mundo dos negócios. O objetivo é proporcionar a atualização de conceitos e ampliar o repertório para reuniões da equipe com cooperativas, parceiros estratégicos, fornecedores, entre outros.

 

Lives do Sistema Ocesp

Com o objetivo de manter o contato com as cooperativas durante a pandemia e debater seus impactos, o núcleo atuou ativamente na organização, definição dos conteúdos, articulação com convidados e moderação das lives realizadas pelo Sistema Ocesp em seu canal do YouTube.

A equipe também participou como convidada de lives realizadas por cooperativas e instituições parceiras e lives realizadas pela área de Recursos Humanos do Sescoop/SP para os colaboradores, apresentando a forma de atuação dos ramos do cooperativismo paulista.

 

 

RAMO AGROPECUÁRIO

De março a setembro de 2020, a consultoria do ramo Agropecuário do Sescoop/SP trabalhou de forma remota devido à pandemia da Covid-19. A partir de outubro, voltaram a ser feitas visitas técnicas às cooperativas, sempre observando os procedimentos de prevenção em relação à Covid-19.

A área teve que se reinventar para dar continuidade ao atendimento às cooperativas. Reuniões a partir das plataformas digitais tornaram-se rotineiras, assim como entregas “virtuais”.

Apesar de todas as mudanças trazidas pela pandemia, as cooperativas agropecuárias conseguiram chegar ao final de 2020 com faturamentos recordes devido às adaptações que implantaram, ao aumento generalizado nos preços das commodities no mercado internacional e à valorização do dólar no mercado interno.

GDA das cooperativas agropecuárias

O monitoramento de 18 cooperativas participantes do Programa de Desenvolvimento Econômico-Financeiro (GDA) teve continuidade em 2020, com devolutivas realizadas à distância, por meio virtual, com a participação de diretores, gerentes, gestores administrativos e funcionários.

Por meio do programa, foi possível apresentar e discutir a situação econômico-financeira das cooperativas, além de propor alternativas e esclarecer dúvidas para melhoria dos indicadores, dando subsídios para o planejamento anual e estratégico de cada cooperativa.

Em função da pandemia, eventos presenciais programados, como Agrishow e Feacoop, foram cancelados e realizados virtualmente.

 

Visitas técnicas

A consultoria agropecuária do Sescoop/SP visitou 73 cooperativas em 2020. Nesses encontros, os consultores coletam informações para a atualização do cadastro das cooperativas e levantam as necessidades de capacitação, treinamento e atualização dos cooperados e colaboradores.

 

Grupos

A consultoria do ramo Agropecuário esteve presente, em 2020, em 8 conselhos, comissões e grupos técnicos, por meio de reuniões virtuais. Esse tipo de representação é importante para construir políticas que beneficiam as cooperativas e para se manter atualizado em assuntos que afetam os negócios cooperativistas.

Comissão de Sementes e Mudas do Estado de São Paulo – Ministério da Agricultura e Abastecimento

Conselho Superior do Agronegócio – COSAG/FIESP

Conselho Estadual de Agricultura Familiar – Secretaria da Agricultura e Abastecimento

Conselho Consultivo do Ramo Agropecuário – OCB

Grupo Técnico de Crédito Rural – OCB

Câmara Temática de Insumos – Ministério da Agricultura e Abastecimento

Diretoria Estadual Associação Brasileira de Pós Colheita – ABRAPOS SP

Frente Parlamentar do Agronegócio da ALESP – SP AGRO

 

 

RAMO CONSUMO

Desde o início da pandemia, as cooperativas de consumo buscaram adaptar-se à nova realidade mundial, por meio de protocolos que visam a segurança e a saúde. Dessa forma, adequaram suas lojas e supermercados para a proteção dos cooperados, clientes e colaboradores, seguindo todas as exigências da Vigilância Sanitária. Também atuaram na prevenção para evitar ações que pudessem prejudicar os consumidores, como as práticas abusivas de preços praticadas pelos fornecedores.

As cooperativas de consumo no segmento supermercadista estão entre os negócios do País que foram impactados positivamente pela pandemia. O aumento de vendas no setor iniciou-se no primeiro bimestre de 2020 e foi reforçado com o início da quarentena, quando os consumidores deram prioridade ao aumento das compras para se manterem abastecidos, graças a ações como: auxílio emergencial, antecipação do 13° salário e liberação do FGTS. Com o objetivo de desenvolver e promover conhecimento para as cooperativas de consumo, o Sistema Ocesp promoveu a live ”Tendências e desafios do varejo brasileiro”.

 

Raio X do Cooperativismo de Consumo

Em 2020, o Sistema Ocesp lançou o estudo “Raio X do Cooperativismo de Consumo”, que apresenta as principais características dos negócios em que as cooperativas de consumo paulistas e brasileiras atuam, com indicadores, tabelas e infográficos inéditos, que compõem um estudo detalhado sobre o crescimento do setor nas diferentes regiões do País.

Foram abordados temas de cooperativas dedicadas à compra em comum de artigos de consumo, com foco nas atividades do varejo, tais como: supermercados, farmácias e postos de gasolina. O e-book traz ainda resgate histórico, perfil dos cooperados, linhas de negócios, tendências para o setor varejista, entre outros assuntos.

Acesse.

 

Participação AGO Coop Brasil

A consultoria do ramo Consumo do Sescoop/SP fez parte da Assembleia Geral Ordinária da Coop Brasil, que contou com a participação de nove cooperativas de Consumo filiadas ao grupo: Coop, Coopercica, Cooperbarra, Coopbanc e Coocerqui. Juntas elas representam os estados de São Paulo, Minas Gerais e Santa Catarina.

Durante o evento, realizado em 2 de julho, a equipe do Sistema Ocesp reforçou a importância da participação nos programas de diagnósticos aos representantes das cooperativas.

 

Grupo Técnico OCB

O propósito do Grupo Técnico OCB é debater assuntos que impactam o cooperativismo de consumo, propor ações que possam promover o desenvolvimento do ramo e nortear as ações realizadas. Em 2020 aconteceram dois encontros, que discutiram temas como:

Diretrizes do Planejamento Estratégico para as Cooperativas de consumo;

Regulação do Setor;

Importância e utilização das ferramentas de diagnósticos oferecidas pelos Sistemas Estaduais;

Ações realizadas pelo OCB;

Questões de ordem tributária, jurídica e contábil.

 

 

RAMO CRÉDITO

Mesmo com as dificuldades trazidas pela situação de pandemia, em 2020 o sistema cooperativo financeiro conquistou 600 mil novos cooperados — hoje, o país já possui mais de 12,3 milhões de associados.

As ações da consultoria do ramo Crédito em 2020 pautaram-se no mapeamento das cooperativas ligadas ao Sistema Ocesp e seus negócios e no levantamento das principais demandas e oportunidades de atuação para o ramo.

Uma das soluções oferecidas, com o objetivo de desenvolver e promover conhecimento coerente à situação de pandemia para as cooperativas do ramo, foi a live “Transformação Digital – Oportunidades e Desafios”.

Reuniões CECO/SP

O propósito do CECO/SP é debater assuntos que impactam o cooperativismo paulista e propor ações que possam promover o desenvolvimento do ramo crédito e nortear as ações realizadas. Em 2020, foram realizadas quatro encontros, que discutiram:

Diretrizes do Planejamento Estratégico para as Cooperativas de Crédito do Estado de São Paulo;

Fomento Linhas de crédito BNDS;

Regulação do Setor;

Mercado Financeira e suas inovações;

Importância e utilização das ferramentas de diagnósticos oferecidas pelo SESCOOP/SP;

Ações realizadas pelo OCB;

Questões de ordem tributária, jurídica e contábil.

Ações conjuntas no âmbito de formação profissional e promoção social.

 

Raio X do Cooperativismo de Crédito

Editado em formato de e-book, com gráficos e tabelas que facilitam a visualização e compreensão das informações, o Raio X do Cooperativismo de Crédito apresenta o perfil econômico geral das 911 cooperativas de crédito brasileiras. O material, produzido com base em dados do Banco Central do Brasil, traz uma série de informações sobre os mais de 11 milhões de cooperados desse ramo no País, como faixa etária, gênero, tempo de filiação, entre outras.

O estudo, realizado pelo Núcleo de Inteligência de Mercado do Sescoop/SP, reflete especialmente sobre o cooperativismo de crédito paulista, possibilitando comparar a realidade do Estado de São Paulo frente ao Sistema Nacional de Crédito Cooperativo (SNCC) e, também, aos demais estados nos quais as cooperativas mais se destacam atualmente.

Acesse.

 

 

RAMO TRABALHO, PRODUÇÃO DE BENS E SERVIÇOS

O ramo Trabalho, Produção de Bens e Serviços unificou cooperativas que estavam representadas em diferentes categorias e que prestam serviços especializados a terceiros ou produzem bens. A consultoria especializada do Sescoop/SP atende às cooperativas de Trabalho, Produção e o segmento Educacional.

Com a pandemia, as cooperativas educacionais tiveram como desafio a adoção emergencial de tecnologias para continuidade do processo de ensino, sem comprometer, ou pelo menos reduzindo as consequências negativas, no processo formativo.

Além disso, novos modelos de métricas de avaliações e metodologias de ensino foram criados, o que deixou clara a necessidade de mudanças na atuação dos profissionais do segmento.

Repensar o contato com o aluno, formar a equipe pedagógica sob a ótica da tecnologia, garantir feedback aos pais e alunos, considerar os percalços relativos ao acesso às ferramentas tecnológicas e mudanças no conceito de metodologias de ensino mais eficazes, foram alguns pontos repensados e que servirão de insumos para o desenvolvimento de ações que colaborem para o cooperativismo educacional.

Nesse sentido, o Sescoop/SP buscou mapear e apresentar as ferramentas que poderiam ser utilizadas pelas cooperativas, promoveu cursos de planejamento pedagógico e atendimento com excelência, além de contribuir com a defesa do segmento.

Já o setor de serviços, ligados ao ramo Trabalho, Produção de Bens e Serviços, ainda não conseguiu eliminar as perdas promovidas pela pandemia e acumulou queda recorde segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Todavia, apesar do atual contexto, a retomada lenta da economia vem impulsionando a disponibilização da oferta dos serviços. Setores ligados aos serviços prestados às famílias, serviços profissionais, administrativos e complementares e serviços de informação e comunicação tiveram alta nos últimos meses, segundo a Pesquisa Mensal de Serviços do IBGE.

Um dos aspectos mais utilizados para viabilizar as atividades foi a adoção da tecnologia aplicada ao cotidiano do trabalho oferecido. Sendo por meio da utilização de plataformas de videoconferência, desenvolvimento de aplicativos de oferecimento de serviços, divulgação em mídias sociais, adaptação das rotinas de trabalho e entre outros, as cooperativas buscaram oportunidades e permaneceram atuando.

Nesse ímpeto, vale destacar que as cooperativas do Ramo Trabalho, Produção de Bens e Serviços devem contar com seu potencial de organização e adaptabilidade, além das possibilidades de acesso a linhas de financiamento. Apesar do setor de serviços ter sido um dos mais impactados pela pandemia, a capacidade de recuperação se concretiza na medida que a gestão do empreendimento está comprometida com o negócio e a geração de resultados para seus cooperados.

 

Participação Reunião Comitê OCB Reciclagem

Mapeamento situação Cooperativas Reciclagem Município SP 

Reuniões Técnicas com Dirigentes de Cooperativas Educacionais

Reunião SINCOESP

Apoio no Info Snacks – Plataforma de apoio pedagógico e promoção do ensino remoto

 

Raio X do Cooperativismo Educacional

Em 2020, o Sescoop/SP lançou o estudo Raio X do Cooperativismo – Segmento Educacional, que apresenta como esse modelo de negócios funciona no setor da educação e as especificidades dos três campos de atuação possíveis: pais e responsáveis, professores e alunos de escolas técnicas.

O material traz os principais dados, números, campos de atuação e formas que as cooperativas são compostas e aborda os principais desafios do setor. Sua criação teve como intuito dar maior visibilidade às cooperativas educacionais.

Acesse.

 

 

RAMO TRANSPORTE

A consultoria do ramo Transporte do Sescoop/SP buscou em 2020 desenvolver ações que auxiliassem na sustentabilidade econômica e perenidade da gestão das cooperativas. Apesar do contexto pandêmico, foram realizados fóruns e reuniões técnicas, participação em câmaras temáticas e defesa política e institucional do ramo, a fim de apoiar e garantir o transporte e abastecimento da população, por meio do transporte de cargas e passageiros.

Em 2020, a consultoria e as cooperativas paulistas de Transporte participaram do Conselho Consultivo Estadual do Ramo Transporte (10 cooperativas), do Fórum Estadual Cooperativas de Transporte (21 cooperativas) e Fórum Nacional Cooperativas de Transporte – Região Sudeste (18 cooperativas).

Analisando o contexto macro no setor de transporte em 2020 e abordando os impactos da pandemia da Covid-19 nas cooperativas que atuam neste ramo, pode-se destacar o desafio do segmento de transporte de passageiros em garantir o trabalho e renda dos seus cooperados.

O impacto decorrente da baixa demanda da sociedade, por conta das medidas de distanciamento social, diminuiu consideravelmente a utilização destes serviços (seja táxi, coletivo, escolar e/ou fretamento). No entanto, apesar das dificuldades, alguns modelos de negócio se reinventaram e passaram a prestar serviços de logística e transporte de pequenas mercadorias, que surgiram devido ao aumento do consumo de produtos de plataformas e-commerce.

Já o transporte de cargas, além da adequação às tecnologias que auxiliam no monitoramento, gestão e logística da carga, percebeu-se em considerável retração de demanda e do faturamento, que penalizou a continuidade das atividades das cooperativas. Aos poucos, tais empreendimentos estão tendo capacidade de pagamentos menos comprometida e seguem aumentando a prestação de serviços.

Reuniões do Conselho Consultivo Estadual do Ramo Transporte

Participação nas Reuniões do Conselho Consultivo Nacional do Ramo Transporte

Participação nas Câmaras Técnicas do Ramo Transporte

Fórum das Cooperativas da Região Sudeste

Fórum Estadual das Cooperativas de Transporte 

Participação na Capacitação Plataforma SitCarga

 

 

RAMO INFRAESTRUTURA

A consultoria do ramo Infraestrutura do Sescoop/SP atuou em 2020 pautada no mapeamento das cooperativas ligadas ao Sistema Ocesp e seus negócios e em levantar as principais demandas e oportunidades de atuação para o ramo.

Desde o início da pandemia, órgãos do governo estabeleceram um conjunto de medidas de segurança para garantir a continuidade de serviços essenciais, como a construção civil e a distribuição de energia elétrica. As cooperativas do ramo Infraestrutura buscaram adaptar-se à nova realidade mundial por meio de protocolos estabelecidos para garantir a segurança e a saúde dos consumidores, cooperados e colaboradores e, com isso, prestar um serviço de qualidade nas áreas rurais e urbanas.

Ainda assim, ocorreram impactos negativos para as cooperativas do ramo nas atividades comerciais e industriais, que levam um tempo maior para voltar ao ritmo normal de utilização dos serviços prestados pelas cooperativas do setor. Com o objetivo de desenvolver e promover conhecimento para as cooperativas do ramo Infraestrutura, o Sescop/SP promoveu em 2020 a live “Contratação no mercado livre de energia e novas possibilidades para o setor”.

AGO FECOERESP

A consultoria do ramo Infraestrutura participou da Assembleia Geral Ordinária da FECOERESP, realizada em 2 de julho, com 15 cooperativas do ramo: Cedri, Cemirim, Cerim, Ceripa, Ceris, CERMC, Cermeso, Cernhe, Ceroc, Cerpal, Cerpro, CERRP, Cert, Cervam e Cetril.

 

Grupo Técnico OCB

O propósito do Grupo Técnico OCB é debater assuntos que impactam as cooperativas de infraestrutura e propor ações que possam promover o desenvolvimento do ramo e nortear as ações realizadas. Em 2020, aconteceram quatro encontros, que discutiram:

Diretrizes do Planejamento Estratégico para as Cooperativas de Infraestrutura;

Regulação do Setor;

Importância e utilização das ferramentas de diagnósticos oferecidas pelos Sistemas Estaduais;

Ações realizadas pelo OCB;

Questões de ordem tributária, jurídica e contábil.

 

Reunião com Ministério do Desenvolvimento Regional

Importante encontro para fortalecer a parceria com o governo, com objetivo de avançar com as propostas de interesse do cooperativismo, por meio de reuniões técnicas em prol do desenvolvimento das cooperativas paulistas.

 

Leilão de Energia

A Casa do Cooperativismo Paulista foi palco do primeiro Leilão de Energia Conjunto das Cooperativas de Energia de São Paulo. O encontro contou com a participação da Ceripa, Cemirim, Cetril, Cervam e Cerim.

 

Defesa e Representação do Cooperativismo do Ramo Infraestrutura – Projeto de Lei – 625/2020

As cooperativas de eletrificação rural prestam um serviço essencial e de excelente qualidade no fornecimento de energia elétrica à população rural de São Paulo. Para tanto, muitas utilizam a faixa de domínio ao longo de rodovias estaduais e federais delegadas ao serviço público. A articulação institucional desse projeto de lei tem como objetivo a isenção de taxas para cooperativas que utilizam a faixa de domínio e áreas adjacentes de rodovias em São Paulo.

 

Raio X do Cooperativismo de Infraestrutura

Lançado em 2020, o Raio X do Cooperativismo de Infraestrutura do segmento de energia elétrica é um estudo inédito sobre as cooperativas paulistas e brasileiras do ramo. Editado em formato e-book, com base principal em dados das cooperativas de energia e da Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL, a publicação traz gráficos e tabelas que facilitam a visualização e compreensão das informações.

Os resultados apresentados provêm de levantamento, consolidação e tabulação das dados levantados por meio do núcleo de Inteligência de Mercado do Sistema Ocesp, Sistema OCB, além de fontes secundárias, como o mercado livre de energia, Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL, entre outras.

Acesse.

 

 

RAMO SAÚDE

O setor de saúde foi duplamente impactado pela pandemia da Covid-19: na redução do número de beneficiários de planos corporativos, causada pelas demissões e fechamento de empresas; e também na prática médica, com a necessidade de cuidados das pessoas contaminadas pelo coronavírus, inclusive de muitos profissionais de saúde.

Foram necessárias respostas rápidas e eficientes em todo o setor e para auxiliar as cooperativas de Saúde o Sistema OCB, em parceria com Sistema Unimed, atuou junto a órgãos como Ministério da Saúde e Agência Nacional de Saúde Suplementar, visando à busca por orientações e à defesa de pleitos do cooperativismo, como: viabilizar a solvência das operadoras; flexibilização do uso dos ativos garantidores; atuação permanente e interlocução com parlamentares e autoridades do governo federal sobre projetos de lei com impactos ao setor.

 

Telessaúde

A telessaúde foi um ponto acelerado com a pandemia e cabe ressaltar que durante os intercâmbios técnicos internacionais para o Vale do Silício, realizados com as cooperativas do Sistema Unimed em 2018 e 2019, foram visitadas empresas de saúde que já atuavam com este tipo de atendimento.

Os participantes puderam entender melhor a prática e benefícios da telemedicina, o que contribuiu para as cooperativas paulistas em 2020, quando tiveram que implantar em suas cooperativas esse tipo de atendimento.

 

Atenção Primária à Saúde

Com relação à atenção primária à saúde, o sistema Unimed continuou a implantação deste novo modelo assistencial, tendo a Federação das Unimeds do Estado de São Paulo (Fesp) e Unimed do Brasil como condutoras do processo, com apoio do Sescoop/SP e Sescoop Nacional em ações de desenvolvimento das equipes.

Em 2020, foram realizadas pela consultoria do ramo Saúde do Sescoop/SP orientações sobre a situação da pandemia, procedimentos gerais de realização de assembleias virtuais, entre outros assuntos. Também foram feitas lives específicas para o ramo.

A consultoria contribuiu de forma técnica para a área de Formação Profissional, no desenvolvimento de ações educativas para o setor, e participou na aplicação e análise dos diagnósticos PDGC e GDA das cooperativas de Saúde, bem como no desenvolvimento de ações visando à elaboração do plano de melhorias.

 

 

 

 

 

 

Rua Treze de Maio, 1376 – Bela Vista – CEP: 01327-002 – São Paulo – SP | Tel.: (11) 3146-6200